Arquivo da tag: Web

Fanmade / Mashup: O Motorista de Táxi encontra O Abutre

nightcrawler-taxi-driver

Provavelmente, se você assistiu a Taxi Driver de Martin Scorsese e Nightcrawler (que por estas bandas recebeu o infeliz título de O Abutre) de Dan Gilroy, os comparou em algum momento. É inevitável. Certamente, você percebeu que os pôsteres são bem parecidos, as premissas de ambos os filmes também guardam algumas similaridades… mas, claro, também tem suas distinções.

Continuar lendo Fanmade / Mashup: O Motorista de Táxi encontra O Abutre

Fanmade / Mashup: The Grand Overlook Hotel

Imaginem o quão hilariante seria o concierge Gustave de Ralph Fiennes sendo perseguido pelo lunático Jack Torrance de Jack Nicholson com seu machado em punho? Qual seria o resultado de um crossover entre o aclamado longa contemporâneo O Grande Hotel Budapeste e o clássico incontestável O Iluminado? Um sujeito que atende pelo nome Steve Ramsden decidiu promover o encontro entre Stanley Kubrick e Wes Anderson no genial mashup The Grand Overlook Hotel.

Continuar lendo Fanmade / Mashup: The Grand Overlook Hotel

4 de julho: 4 anos de Bloggallerya

imagem do topo modificada

O fato de estarmos completando quatro anos no ar é motivo suficiente para comemoração. Ainda mais quando levamos em conta que este espaço é comandado por um bando de blogueiros indisciplinados (exceto pela Gaby, nossa colunista de séries que entrega os textos sempre no prazo e uma quantidade até maior de artigos do que o sugerido pela pauta 😉 ) como já mencionamos tantas e tantas vezes por aqui.

Continuar lendo 4 de julho: 4 anos de Bloggallerya

Fanmade: Dona Moça

Fifi Mascarenhas e Aurélia Camargo
Fifi Mascarenhas e Aurélia Camargo

Há três anos, o mundo seriemaníaco foi surpreendido com o surgimento de uma webserie super criativa chamada The Lizzie Bennet Diaries que, por sinal, já circulou aqui na minha coluna. Pois então, um grupo de fãs de TLBD, reunido em um group do facebook, o Pemberley Digital BR, pensou: por que não fazer com clássicos brasileiros o que fizeram com os romances de Jane Austen? Repaginá-los, reinventá-los, modernizá-los, seguindo à risca o mesmo formato de TLBD? Assim surgiu o Adorbs Produções e o canal da Dona Moça Eventos no youtube.

O romance escolhido foi o clássico Senhora de José de Alencar, que faz parte da fase urbana do autor e compreende os seus perfis de mulher. Também integram a trilogia os romances Diva e Lucíola. Para quem não conhece, Senhora se passa no século XIX, quando a protagonista, Aurélia Camargo, é preterida pelo jornalista Fernando Seixas, simplesmente por não atender aos ideais financeiros sonhados por ele e, dessa forma, planeja se casar com a rica Adelaide Amaral, mesmo sem amá-la. Porém, nossa heroína enriquece repentinamente e faz o que ninguém esperava: compra o noivo, o próprio Fernando Seixas. É a partir dai que a história se desenvolve. Talvez alguns não gostem do final, mas o romance é, irremediavelmente, um clássico.

Creio que não houvesse escolha melhor do que adaptar Senhora. Nos episódios que foram ao ar – três no total – já fica implícito que aconteceu um envolvimento entre Aurélia e uma pessoa que obviamente se trata de Fernando. E parece que é por causa dele e de um apelido que Aurélia recebeu na faculdade que a empresa se chama Dona Moça

A adaptação deixa bem claro que nossa querida heroína não herda uma fortuna. Pelo contrário, ela trabalha muito para ter sua própria grana. A história me instigou muito e já me deixou com uma curiosidade imensa para saber como as meninas da Adorbs (o grupo formado para produzir a webserie) vai dar continuidade à trama. Está previsto que Dona Moça terá dez episódios nessa primeira temporada.

Gaby Matos

The Lizzie Bennet Diaries

Aproveitando a ocasião do dia dos namorados, neste post falaremos sobre um dos casais mais carismáticos e inesquecíveis da literatura (e agora também das webseries), Lizzie Bennet & Mr. Darcy.

Alguns acreditam que clássicos não devem ser alterados. Que o seu lugar deve ser mantido no Olimpo da perfeição. Então alguém que se predispõe a adaptar um clássico de 200 anos é, no mínimo, um visionário e extremamente corajoso.

Estamos falando da adaptação que dominou a web nos últimos meses, The Lizzie Bennet Diares. Sim, você não leu errado. Alguém teve coragem de adaptar Orgulho e Preconceito para o mundo das webseries. E eu lhes conto que foram extremamente felizes na adaptação.

O mote da historia esta lá. Uma família com parcos recursos financeiros e uma mãe desejosa de que suas filhas se arranjem, de preferência com homens muito ricos. Os produtores transportaram a obra para os dias atuais e Lizzie abandona a querida Inglaterra e se transporta para o interior dos Estados Unidos.

Nós é apresentada a historia da família porque Lizzie é estudante de comunicação e, como projeto de conclusão de curso, decide explorar o alcance de um VLOG na internet. E dessa forma simples somos arremessados a uma das mais deliciosas aventuras que a internet nos apresentou nos últimos tempos.

Como a serie é desenvolvida em um formato de webserie , ou seja, um produto de uso exclusivo da internet, os episódios são curtos, durando no máximo oito minutos, o que também cumpre a exigência da proposta da personagem que é de produzir vídeos curtos que contenham os fatos mais importantes da sua vida.

Lizzie é extremamente engenhosa. Como ela seria incapaz de juntar todos os personagens para participar dos vídeos, usa a tática da teatralização para contar a historia do seu cotidiano com mais detalhes.

Obviamente eles adaptaram bastante coisa para que a historia  fosse abordada de modo realista para o século XXI. De cinco filhas, ficaram apenas três. Kitty virou a gata da casa e Mary, a tocadora de piano, virou uma prima muito próxima de Lydia. Jane, a irmã mais velha, trabalha fora. O Sr. Bingley virou Bing Lee estudante de medicina. O Sr. Darcy ganhou uma profissão e eles não se esquecem de Pemberley e nem de Gigi Darcy.

Se você ainda não viu o primeiro episodio, corra que ainda dá tempo de corrigir esse erro. Eu garanto que em menos de três dias você já terá visto todos os cem episódios de TLBD e vai estar suspirando e contando os dias para o começo da nova adaptação da rainha Austen.

Beijos e até a próxima!

Gaby Matos