Arquivo da tag: Web

Fanmade: E Se David Lynch tivesse dirigido O Retorno de Jedi?

Após o sucesso do drama, O Homem Elefante e do cult Eresherhead, o surrealista David Lynch tornou-se um cineasta aclamado e foi sondado por George Lucas para dirigir O Retorno de Jedi. Lynch conta em detalhes acerca da oferta que Lucas fez a ele neste vídeo no qual ele afirma que não tinha o mínimo interesse em tocar o projeto, porém, ainda assim, topou uma reunião com Lucas. Depois de uma série de burocracias para se encontrar com a mente criativa por trás do universo de Star Wars, Lynch recusou a proposta e até mesmo sugeriu que o próprio Lucas dirigisse o filme. Este, por sua vez, lhe respondeu que não gostava muito de dirigir (o que é perceptível, não é mesmo?)

Continuar lendo Fanmade: E Se David Lynch tivesse dirigido O Retorno de Jedi?

Anúncios

Bloggallerya completa seis anos

Estamos aqui para festejar!

Kevin: “Lindão esse gif, né?”

Andrizy: “Ai, meus olhos!”

Kaio: “Treco de mau gosto!”

Kevin: “¬¬”

E deixar um agradecimento especial a todos que vem nos acompanhando e colaborando conosco ao longo destes seis maravilhosos anos de muito conteúdo, muito amor pela cultura pop e muitos compartilhamentos de opiniões. Dizem que nada realmente é feito para durar na internet; que blogs com três ou quatro anos de existência já devem ser considerados milagres ou mesmo obsoletos! Mas cá estamos, firmes e fortes, ainda na ativa.

Continuar lendo Bloggallerya completa seis anos

Fanmade / Mashup: O Motorista de Táxi encontra O Abutre

nightcrawler-taxi-driver

Provavelmente, se você assistiu a Taxi Driver de Martin Scorsese e Nightcrawler (que por estas bandas recebeu o infeliz título de O Abutre) de Dan Gilroy, os comparou em algum momento. É inevitável. Certamente, você percebeu que os pôsteres são bem parecidos, as premissas de ambos os filmes também guardam algumas similaridades… mas, claro, também tem suas distinções.

Continuar lendo Fanmade / Mashup: O Motorista de Táxi encontra O Abutre

Fanmade / Mashup: The Grand Overlook Hotel

Imaginem o quão hilariante seria o concierge Gustave de Ralph Fiennes sendo perseguido pelo lunático Jack Torrance de Jack Nicholson com seu machado em punho? Qual seria o resultado de um crossover entre o aclamado longa contemporâneo O Grande Hotel Budapeste e o clássico incontestável O Iluminado? Um sujeito que atende pelo nome Steve Ramsden decidiu promover o encontro entre Stanley Kubrick e Wes Anderson no genial mashup The Grand Overlook Hotel.

Continuar lendo Fanmade / Mashup: The Grand Overlook Hotel

4 de julho: 4 anos de Bloggallerya

imagem do topo modificada

O fato de estarmos completando quatro anos no ar é motivo suficiente para comemoração. Ainda mais quando levamos em conta que este espaço é comandado por um bando de blogueiros indisciplinados (exceto pela Gaby, nossa colunista de séries que entrega os textos sempre no prazo e uma quantidade até maior de artigos do que o sugerido pela pauta 😉 ) como já mencionamos tantas e tantas vezes por aqui.

Continuar lendo 4 de julho: 4 anos de Bloggallerya

Fanmade: Dona Moça

Fifi Mascarenhas e Aurélia Camargo
Fifi Mascarenhas e Aurélia Camargo

Há três anos, o mundo seriemaníaco foi surpreendido com o surgimento de uma webserie super criativa chamada The Lizzie Bennet Diaries que, por sinal, já circulou aqui na minha coluna. Pois então, um grupo de fãs de TLBD, reunido em um group do facebook, o Pemberley Digital BR, pensou: por que não fazer com clássicos brasileiros o que fizeram com os romances de Jane Austen? Repaginá-los, reinventá-los, modernizá-los, seguindo à risca o mesmo formato de TLBD? Assim surgiu o Adorbs Produções e o canal da Dona Moça Eventos no youtube.

O romance escolhido foi o clássico Senhora de José de Alencar, que faz parte da fase urbana do autor e compreende os seus perfis de mulher. Também integram a trilogia os romances Diva e Lucíola. Para quem não conhece, Senhora se passa no século XIX, quando a protagonista, Aurélia Camargo, é preterida pelo jornalista Fernando Seixas, simplesmente por não atender aos ideais financeiros sonhados por ele e, dessa forma, planeja se casar com a rica Adelaide Amaral, mesmo sem amá-la. Porém, nossa heroína enriquece repentinamente e faz o que ninguém esperava: compra o noivo, o próprio Fernando Seixas. É a partir dai que a história se desenvolve. Talvez alguns não gostem do final, mas o romance é, irremediavelmente, um clássico.

Creio que não houvesse escolha melhor do que adaptar Senhora. Nos episódios que foram ao ar – três no total – já fica implícito que aconteceu um envolvimento entre Aurélia e uma pessoa que obviamente se trata de Fernando. E parece que é por causa dele e de um apelido que Aurélia recebeu na faculdade que a empresa se chama Dona Moça

A adaptação deixa bem claro que nossa querida heroína não herda uma fortuna. Pelo contrário, ela trabalha muito para ter sua própria grana. A história me instigou muito e já me deixou com uma curiosidade imensa para saber como as meninas da Adorbs (o grupo formado para produzir a webserie) vai dar continuidade à trama. Está previsto que Dona Moça terá dez episódios nessa primeira temporada.

Gaby Matos