Arquivo da tag: Televisão

Mapa de Estreias: Os Pilotos da Fall Season 2017

Meu povo, a melhor época do ano esta aí! Mil pilotos para ver, mil apostas e mil torcidas. Bem, não custa lembrar que aqui está expressa somente a opinião sobre o piloto. Talvez a série siga em uma crescente ou caia em um marasmo sem fim. Continuar lendo Mapa de Estreias: Os Pilotos da Fall Season 2017

Anúncios

The Gifted – Piloto

m

A nova empreitada da Fox em parceria com a Marvel Television, The Gifted é baseada nas histórias em quadrinhos de X-Men e conta com um time de peso. Bryan Singer dirige o piloto e Matt Nix (Burn Notice) assina o roteiro. Os dois ainda atuam na produção executiva da série, ao lado de Lauren Shuller Donner (Franquia X-Men), Simon Kinberg (X-Men: Apocalypse, X-Men: Dias de um Futuro Esquecido), Jeph Loeb (Marvel’s Agents of SHIELD, Marvel’s Daredevil, Marvel’s Jessica Jones), Jim Chory (Marvel’s Daredevil, Marvel’s Jessica Jones) e Len Wiseman (Anjos da Noite). Continuar lendo The Gifted – Piloto

Genocyber

Genocyber

Se você se recorda da longínqua década de 1990, deve-se recordar também que  foi a gloriosa Rede Manchete a responsável pelo boom das animações japonesas que dominaram a telinha da TV naquela época. Sobre o caráter pioneiro e inovador da emissora dos Bloch, eu já falei em outra ocasião, mas é fato que a explosão dos mangás e animes foi apenas uma das diversas tendências inauguradas pelo canal.

E foi com esse espírito desbravador (e necessitando desesperadamente de algo que alavancasse o faturamento da emissora), que a Manchete colocou Cavaleiros do Zodíaco no ar, em 1º de setembro de 1994. Logo, as outras emissoras de televisão resolveram embarcar nessa. Especialmente o SBT com Dragon Ball, Guerreiras Mágicas de RayearthFly: O Pequeno Guerreiro dentre outros. Deu-se início a uma verdadeira febre e não demorou para que as bancas de jornais fossem tomadas por Mangás (os quadrinhos japoneses), surpreendendo uma galera que não sabia que estes deveriam ser lidos de trás para a frente; e as editoras brasileiras lançassem mais e mais publicações voltadas para esse mercado e seu público, com longas reportagens especiais e curiosidades acerca das produções japonesas – é o caso, por exemplo, da saudosa revista Herói.

Os responsáveis pelo departamento comercial e de programação da rede Manchete, viram nessa tendência que ela própria inaugurou, não apenas uma galinha dos ovos de ouro, mas um fôlego a mais que garantiria uma sobrevida ao canal que já enfrentava a sua pior crise financeira e se via, dia após dia, prestes a falir. Resolveram, portanto, investir nesse gênero e, além de comprarem os direitos de exibição de outros clássicos como Sailor Moon Shurato, começaram uma aliança inédita com uma distribuidora americana de animações japonesas para o mercado de home video, a U.S. Manga.

bloco us manga

Até aí uma sacada genial, certo? Mas o pessoal da Manchete não sabia muito bem que tipo de produto estava comprando. E isso, logo viria a trazer complicações e dor de cabeça para os profissionais do departamento de edição…

Continuar lendo Genocyber

Vencedores do Emmy Awards 2017

The Handmaid’s Tale, Big Little Lies e Veep foram as produções consagradas na noite de domingo, 18 de setembro, na 69ª edição do Emmy Awards, premiação máxima da televisão.

The Handmaid's Tale
Elenco de The Handmaid’s Tale premiado no Emmy (da direita para a esquerda: Ann Dowd, Elisabeth Moss e Alexis Bledel)

Pode-se dizer que foi uma noite para celebrar a diversidade, a representatividade e, principalmente, o papel da mulher na arte, cultura e sociedade (toma essa, Oscar!).

O drama distópico The Handmaid’s Tale, que já foi destaque aqui no blog, é um retrato brutal de uma sociedade teocrática que tem como base fundamental a submissão da mulher. E é nesse cenário que elas buscam se rebelar contra o sistema que as oprime.

Vale lembrar que foi a primeira vez que uma produção veiculada por um sistema de streaming, no caso o Hulu, foi agraciada com um Emmy.

Continuar lendo Vencedores do Emmy Awards 2017

Kissyfur

Se você foi criança na década de 1980, certamente não perdia a programação infantil da época e deve se lembrar deste desenho animado:

Kissyfur estreou na emissora norte-americana, NBC, em setembro de 1986, sendo fruto de uma parceria da emissora com a Dic Entertainment. A primeira temporada se encerrou em 1987, enquanto a segunda durou de 1988 a 1990. Continuar lendo Kissyfur

The Handmaid’s Tale

Uma das perguntas que mais escuto é: mas por que, afinal, assistir a esta série? Cara, que pergunta difícil! Mas se você gosta de uma boa produção, me escute: adicione The Handmaid’s Tale à sua grade, por favor!

Handmaids tale

Depois desse drama inicial, vocês precisam saber de algumas coisas: a série foi encomendada e é transmitida pelo serviço de streaming Hulu, portanto não está na Netflix. Mas isso não é empecilho, não é mesmo? 😉  A historia é baseada no livro homônimo lançado em 1985 que, por estas bandas, recebeu o título fidelíssimo de O Conto da Aia. E o melhor: tem apenas dez episódios, o que torna fácil maratonar.

Continuar lendo The Handmaid’s Tale