Arquivo da tag: nostalgia

Genocyber

Genocyber

Se você se recorda da longínqua década de 1990, deve-se recordar também que  foi a gloriosa Rede Manchete a responsável pelo boom das animações japonesas que dominaram a telinha da TV naquela época. Sobre o caráter pioneiro e inovador da emissora dos Bloch, eu já falei em outra ocasião, mas é fato que a explosão dos mangás e animes foi apenas uma das diversas tendências inauguradas pelo canal.

E foi com esse espírito desbravador (e necessitando desesperadamente de algo que alavancasse o faturamento da emissora), que a Manchete colocou Cavaleiros do Zodíaco no ar, em 1º de setembro de 1994. Logo, as outras emissoras de televisão resolveram embarcar nessa. Especialmente o SBT com Dragon Ball, Guerreiras Mágicas de RayearthFly: O Pequeno Guerreiro dentre outros. Deu-se início a uma verdadeira febre e não demorou para que as bancas de jornais fossem tomadas por Mangás (os quadrinhos japoneses), surpreendendo uma galera que não sabia que estes deveriam ser lidos de trás para a frente; e as editoras brasileiras lançassem mais e mais publicações voltadas para esse mercado e seu público, com longas reportagens especiais e curiosidades acerca das produções japonesas – é o caso, por exemplo, da saudosa revista Herói.

Os responsáveis pelo departamento comercial e de programação da rede Manchete, viram nessa tendência que ela própria inaugurou, não apenas uma galinha dos ovos de ouro, mas um fôlego a mais que garantiria uma sobrevida ao canal que já enfrentava a sua pior crise financeira e se via, dia após dia, prestes a falir. Resolveram, portanto, investir nesse gênero e, além de comprarem os direitos de exibição de outros clássicos como Sailor Moon Shurato, começaram uma aliança inédita com uma distribuidora americana de animações japonesas para o mercado de home video, a U.S. Manga.

bloco us manga

Até aí uma sacada genial, certo? Mas o pessoal da Manchete não sabia muito bem que tipo de produto estava comprando. E isso, logo viria a trazer complicações e dor de cabeça para os profissionais do departamento de edição…

Continuar lendo Genocyber

Anúncios

The Number of the Beast – Iron Maiden

capa
Capa do disco

Data de lançamento: 22 de Março de 1982
Duração: 39:11
Faixas: 8 faixas
Estilo: Heavy Metal

Lado A:
Invaders
Children of The Damned
The Prisoner
22 Acacia Avenue

Lado B:
The Number of The Beast
Run To The Hills
Gangland
Hallowed Be Thy Name

Produção: Martin Birch
Engenheiro de som: Nigel Hewitt-Green
Capa: Derek Riggs
Gravadora: EMI

contra-capa
Contra-capa da versão brasileira, em vinil
Iron Maiden - lançamento de TNOTB
Festa de lançamento do álbum

Cabelos compridos, calças leggins, coletes de couro preto, botas, tênis superstar e munhequeiras são as características do heavy metal nos anos 80. Principalmente de bandas como o Iron Maiden, que fez parte do movimento conhecido como Nova Onda do Heavy Metal Britânico, que ainda tem ícones como o Motörhead, Girlschool, Saxon, Judas Priest, Samson, Def Leppard e Angel Witch. Essa expressão nasceu da revista Sound, somado à energia punk que as citadas bandas se inspiraram para fazer música entre o fim dos anos 1970 e inicio dos 1980. Continuar lendo The Number of the Beast – Iron Maiden

Kissyfur

Se você foi criança na década de 1980, certamente não perdia a programação infantil da época e deve se lembrar deste desenho animado:

Kissyfur estreou na emissora norte-americana, NBC, em setembro de 1986, sendo fruto de uma parceria da emissora com a Dic Entertainment. A primeira temporada se encerrou em 1987, enquanto a segunda durou de 1988 a 1990. Continuar lendo Kissyfur

Nós Vamos Invadir Sua Praia – Ultraje a Rigor

Ultraje 3

Após dois compactos de sucesso, em 1985, o Ultraje a Rigor gravou seu primeiro LP intitulado Nós Vamos Invadir Sua Praia. O álbum contava com 11 músicas e, praticamente, todas foram executadas nas rádios, fazendo do Ultraje uma das bandas mais importantes do rock nacional.

Continuar lendo Nós Vamos Invadir Sua Praia – Ultraje a Rigor

Direto do Meu Coração pro Seu – Léo Jaime

folder

Lançado no ano de 1988, Direto do Meu Coração pro Seu, foi o quarto disco solo do cantor e compositor goiano Léo Jaime. O LP vinha para atestar mais uma vez o talento de um artista que, com o passar dos anos, soube se reinventar a cada trabalho lançado. O álbum trazia algumas baladas e faixas mais puxadas para um rock agitado, no estilo dos anos 1950 e 1960.

Continuar lendo Direto do Meu Coração pro Seu – Léo Jaime