Mapa de Estreias: Edição Extraordinária 2016

Existe um grupo de séries que você encontra por aí que é certeza de biscoito fino. São as séries vindas lá da terra da rainha. Produções sempre requintadas e que possuem uma qualidade imensurável: a curta duração. Cada temporada é constituída, em média, de dez episódios. O que nos livra dos episódios filler, que só servem para completar as famigeradas temporadas de vinte e dois capítulos – na maior parte das vezes, um desserviço que ajuda na queda de qualidade das produções americanas.

Então, pessoas, lhes deixo três biscoitos finos para que vocês possam experimentar e comprovar a qualidade dos produtos vindos da terra de Shakespeare.

Dark Angel (ITV)

dark_angel_0

Alguns acham que atrocidades é coisa dos tempos modernos, desconhecendo, na verdade, que a grande diferença do mundo de ontem para o de hoje é a velocidade da informação. Atualmente as histórias tomam conta do mundo inteiro minutos depois do momento em que aconteceram. Com isso, eu quero dizer que a crueldade sempre foi a nossa eterna vizinha. Sabendo disso, nos predispomos a conhecer a história verídica de Mary Ann Cotton a primeira serial killer britânica. Joanne Froggat dá vida a personagem e é surpreendente conhecer a história de uma mulher que foi capaz de matar vinte e uma pessoas usando arsênico. Alguns historiadores afirmam que a morte a persegue desde o primeiro casamento, no qual cinco filhos dela vieram a óbito, Ela roubou, fraudou e matou e, mesmo quase cento e cinquenta anos depois, ainda é uma história que atrai muito. Aproveite que é uma minissérie com dois capítulos.

Tutankhamun (ITV)

tutankhamun

Em algum momento de sua vida, tenho certeza que você já ouviu falar do túmulo do rei menino e da tal maldição que cerca a descoberta do  mesmo no Vale dos Reis no Egito, Mas você já imaginou o trabalho e o tempo que levou para que essa descoberta que revolucionou a arqueologia viesse à luz? É essa a história que a minissérie da ITV se propõe a contar. A trama é encantadora e é incrível imaginar que a história já foi feita assim de maneira tão rudimentar e que muitos dos nossos avanços só foram possíveis porque homem sempre teve e sempre terá uma necessidade inerente de desbravar o desconhecido.

The Crown (Netflix)

the-crown

A Netflix se dedicou a contar a história dos primeiros anos da Rainha Elisabeth II. Você pode torcer o bico e dizer que está cansado  de ver os mexericos da Royal Family, mas eu garanto que nos deparamos com dez telefilmes produzidos com uma qualidade ímpar e temos o privilégio de conferir não só o retrato  de uma época de transição – o fim da Segunda Guerra para o mundo que conhecemos hoje – mas também como se constrói um mito e como essa mulher  permanece sobrevivendo a tantos percalços e crises e se tornou a rainha mais longeva da história do Reino Unido.  O chefão da Netflix garantiu seis temporadas, mas ela não foi o sucesso estrondoso que o sistema de streaming aguardava.

Adendo: Gente, não sei se dou conta de tantos pilotos… Socorro!

Gaby Matos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s