Novidades da temporada: Scream Queens / Heroes Reborn

Como já comentamos no post anterior, começou a fall season galera! corações seriemaníacos se acelerando e estreias surgindo de todos os cantos. Mas não pensem que somos sempre agraciados com pilotos estonteantes que enchem nossos olhos. Não mesmo! A cada ano, somos bombardeados de estreias que nos fazem imaginar que maconha mofada foi fornecida ao executivo da emissora para ele ter sido capaz de aprovar determinados programas.

Bem, a maconha mofada foi fornecida em alto grau aos executivos da NBC e Fox quando ambos permitiram a exibição  de Scream Queens e Heroes Reborn. Confiram abaixo as sinopses oficiais, mais detalhes das produções e comentários sobre os shows:

A primeira conta a historia manjadíssima de uma rainha de uma irmandade, que não mede as consequências do que faz para manter o seu reinado.

ScreamQueens4-1024x683

A trama se desenrola na Universidade Wallace que é abalada por uma série de assassinatos. A Kappa House, a fraternidade mais cobiçada do campus, é governada com mão de ferro (e luva cor-de-rosa) por sua Rainha “Bitch” Chanel Oberlin (Emma Roberts). Quando a ex-Kappa Reitoria Munsch (Jamie Lee Curtis) decreta que todos os alunos do campus podem se inscrever para participar da fraternidade, a universidade vira um inferno, como um assassino vestido de diabo causando estragos, fazendo uma vítima a cada episódio.

Scream Queens é uma visão moderna para o formato clássico de suspense em que se tenta descobrir quem é o assassino (o consagrado teen slasher da década de 1990), no qual todo personagem tem algum motivo para matar, ao mesmo tempo em que pode se tornar a próxima vítima encharcada de sangue.

O que me leva a pensar: alguém em sã consciência ainda sonha em entrar naquelas irmandades intituladas por letras gregas (kappa qualquer coisa sempre)? Essas pessoas não veem televisão? É a única resposta para isso. A série não se salva nem com as participações especiais, como a de Ariana Grande. O discurso é tão enjoado e cansativo que não aguentei ver os dois primeiros episódios. Só os 40 minutos iniciais bastaram para mim. Por favor, não me matem se já vaticinei o flop da produção . Tem coisas que nem dez episódios podem salvar. Ryan Murphy, cuide de American Horror Story!

Heroes Reborn tem um formato de minissérie em treze episódios, Série derivada de Heroes de 2006, produção que obteve relativo sucesso em sua primeira temporada. Tim Kring, o showrunner, destruiu o seriado nas temporadas seguintes, que acabou sendo cancelado pela NBC tempos depois. Agora, cinco anos após o término da original, a emissora revive o show.

Heroes-Reborn-elenco

Um ano atrás, um ataque terrorista em Odessa, Texas, deixou uma cidade dizimada. Culpados pelo trágico evento, aqueles com habilidades extraordinárias estão se escondendo ou fugindo de pessoas com motivos nefários. Entre eles, estão os dois vigilantes Luke (Zachary Levi) e Joanne (Judith Shekoni), que buscam vingança após uma trágica perda. Noah Bennet, o H.R.G. (Jack Coleman) sumiu do mapa, porém o teórico de conspirações Quentin Frasy (Henry Zebrowski) o encontra e faz com que ele veja a verdade por trás da tragédia em Odessa. Enquanto alguns se escondem, outros descobrem novas habilidades. O deslocado adolescente Tommy (Robbie Kay) apenas quer ser normal e conquistar a garota de seus sonhos, Emily (Gatlin Green), porém ser normal é quase impossível após descobrir uma nova habilidade que o aterroriza.

Vinda de uma infância onde sempre foi muito “protegida” por seus pais, a brava e corajosa adolescente Malina (Danika Yarosh) descobre que é destinada à grandeza. Em Tokyo, uma quieta e única jovem mulher, Miko (Kiki Sukezane), está tentando encontrar seu pai, enquanto esconde um grande segredo. Em outro local, um diferente tipo de herói está surgindo através do antigo soldado, Carlos (Ryan Guzman). Enquanto isso, Erica (Rya Kihlstedt) é a presidente de um bem sucesso conglomerado tecnológico chamado Renautas, além de ter algumas obscuras motivações.

Para o bem ou para o mal, alguns deles estão destinados a cruzarem seus caminhos com alguns heróis do passado, incluindo Hiro Nakamura (Masi Oka), Matt Parkman (Greg Grunberg), Mohinder Suresh (Sendhil Ramamurthy) e o Haitiano (Jimmy Jean-Louis), dentre outros. Juntos, seu grande destino é nada menos do que salvar o mundo e a humanidade.

Postada a sinopse, preciso dizer que esse revival me leva a seguinte indagação: por que uma série que foi cancelada devido à baixa  audiência e altas críticas tem direito a uma volta? Será que a crise de criação anda, assim, tão grande? Então pensei: vai que o Kring não usou maconha mofada e Heroes volta com a criatividade da sua esplêndida primeira temporada? E fui com a maior fé de seriadora conferir a estreia de Reborn e… que decepção! Para mim, essa volta tem um principal defeito grave: ela é segmentada; é uma serie que só e entendível para aquele fã que acompanhou a produção original do início ao fim, que estava constantemente por dentro de qualquer informação que saísse sobre a série e acompanhou o lançamento de uns episódios lançados aleatoriamente para explicar a história da produção derivada.

Um programa, para ser vencedor, não pode estar inteiramente atrelado a outras mídias ou mesmo às histórias prévias. Os programas podem (e, hoje, até devem) recorrer à narrativa transmídia, mas também necessitam ter sua independência, funcionarem de maneira isolada. Isso especialmente para aqueles espectadores que não tiveram acesso à história anterior, de forma que não se percam se decidirem assistir  às tramas lançadas posteriormente. O entendimento deve ser o mesmo. Nisso, Reborn falha tragicamente.

Portanto, se eu tenho algum crédito com vocês, corram para as colinas se alguém lhes indicar Scream Queens ou Heroes Reborn.

Gaby Matos
Colaborou: Andrizy Bento

Anúncios

Uma opinião sobre “Novidades da temporada: Scream Queens / Heroes Reborn”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s