Fall Season: Retornos e Estreias

Todo seriemaniaco que se preze tem uma época do ano preferida. Setembro. Chegamos a ter delírios nos últimos dias de agosto. Para alguns é mais fácil o Natal chegar do que setembro e junto com ele a fall seasson.

Todos os anos eu faço todas as promessas possíveis e impossíveis sobre a temporada. “Vou largar a metade das series que vejo” [mentira, não consigo largar uma], “não verei um piloto sequer!” [mentira de novo! quem disse que eu resisto a uma novidade?]. A temporada de estreias sempre é cercada de expectativas; A verdade é que, nos últimos tempos, metade dessas expectativas se tornaram decepções retumbantes. Mas sempre há uma estreia que se salva, há sempre uma série veterana que renasce e ascende de novo em você o interesse por aquela história que teve uma finale odiosa e você jurou de pés juntos que nunca mais iria ver um episódio sequer dessa loucura [eu e Grey’s Anatomy].

Nessa temporada nem um piloto me cativou. Ainda. As premieres não foram essas coca-colas todas. Mas com todo o coração de fã , me emocionei com o casamento do primeiro episodio de Dowton Abbey [queria um Matthew pra mim]. Senti uma pontinha de tristeza com o futuro em Fringe. Senti um ódio assassino da Showrunner de Grey’s Anatomy. Será que o excesso de dramas de Grey’s finalmente cansou? Vibrei com o casal mais fofo do momento; será que Castle e Becket vão resistir muito tempo juntos? Somente dois retornos foram impactantes Homeland e Once Upon a time. O segundo episodio de Homeland foi extraordinário. Mas se a maioria dos retornos foram normais, o que dizer das estreias?

Podia desfiar um rosário de lamentações sobre uma das estreias mais esperadas, pelo menos pra mim. Elementary. Mas não irei fazer isso. Só lhes digo uma coisa: Não assistam! Quem tem o Holmes do Moffat na BBC, não merece de forma alguma perder 42 minutos de sua vida pra ver aquilo que ousaram chamar de uma releitura de Sherlock Holmes.

Ainda não vi todos os pilotos que me interessaram em um primeiro momento, talvez eu não os veja. Porque uma excelente tática pra sobreviver na temporada é não ver os pilotos das séries que já foram canceladas. Vide uma que me interessou bastante Made in Jersey. O seu cancelamento chegou antes da exibição do terceiro episodio. Portanto estou salva antes de me apegar e o fantasma do cancelamento aprontar mais uma comigo.

P.S.: Boa temporada para todos.

Gaby Matos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s